topo

Kiper - Entrada de pessoas indesejadas no condomínio pode ser evitada com o serviço de portaria remota

››› Blog

Confira abaixo nossas últimas notícias!

Entrada de pessoas indesejadas no condomínio pode ser evitada com o serviço de portaria remota


Foto: Michiru Maeda / SXC

Nem sempre os condomínios de luxo são sinônimos de segurança. Hoje, apenas contar com o monitoramento eletrônico e de imagens não é o suficiente para evitar a ação de criminosos. No último domingo, 15 de maio, o programa "Domingo Espetacular" da Record exibiu uma reportagem sobre o fácil acesso de visitantes aos residenciais.

O criminoso, apresentado na matéria, chegava a um condomínio de alto padrão, passando-se por um morador religioso. Imediatamente o porteiro ou zelador abria a porta, sem ao menos exigir identificação. Ao ter acesso, aproveitava-se dos descuidos de moradores para entrar nos apartamentos e furtar objetos e dinheiro.

Em outra ação, o mesmo bandido informou ao porteiro que era filho de um morador. De imediato, a porta foi aberta e a ação do criminoso não demorou muito. Em ambos os casos, as câmeras de segurança captaram a circulação, porém não foi o suficiente para evitar prejuízos aos condôminos.

Por isso, tecnologia não é gasto e sim investimento. Para oferecer mais aos clientes, deixando-os mais protegidos, as empresas de monitoramento eletrônico tem uma nova opção: o serviço de portaria remota, como o Kiper, para o controle e gerenciamento de acesso de condomínios à distância.

Assim, empresas tem um novo serviço em seu portfólio e os condomínios mais segurança para seus condôminos. A tecnologia, inovação e a eficiência são atributos encontrados no Kiper, o sistema de controle e gerenciamento de acesso mais completo do mercado.

Saiba como funciona a nova opção de portaria:



Confira matéria exibida no último domingo. Clique aqui!

Postado por  Vox Brazil Comunicação

Síndico,
o Kiper é seu parceiro na hora de levar mais segurança para seu condomínio. Baixe grátis nosso e-book sobre segurança em portarias.

Kiper

Nem sempre os condomínios de luxo são sinônimos de segurança